Mobilidade Sustentável

Tesla-Motors-symbol

Aqui poderá ler todos os desenvolvimentos da segunda parte do Master Plan da Tesla.

Elon Musk revelou esta noite os objetivos estratégicos da empresa para os próximos anos, uma ambição disruptiva que vai mudar o mundo.  Recordemos o Master Plan estratégico divulgado pela organização à sensivelmente 10 anos:

Em Agosto de 2006, pouca gente acreditava na Mobilidade Elétrica como alternativa viável aos carros a combustãomas acima de tudo menos gente acreditava na Tesla como empresa. Era considerada uma start up, com apenas 3 anos de existência só tinha apresentado à sociedade o protótipo do Tesla Roadster (faz hoje 10 anos e 1 dia).

1º parte do Plano:

  1. Produzir um carro desportivo;
  2. Utilizar os rendimentos para produzir um carro mais acessível;
  3. Durante o processo de desenvolvimento, promover opções de geração de energia de emissões zero;
  4. Não contar a ninguém o plano (ser segredo);

Sem contar com a execução do ponto 4, é possível afirmar que a organização seguiu o seu plano como fio condutor de todos os seus objetivos primários. Apenas com uma diferença, em vez de gerar energia, a organização centrou-se no armazenamento dessa mesma energia.

A segunda parte do Master Plan da Tesla já se encontra disponível. De facto, encontra-se visível a ambição imposta pelo CEO Elon Musk:

1. Criar sistemas de painéis fotovoltaicos residenciais, integrados em baterias de um modo simples e acessível a todos;
2. Expandir a gama de veículos elétricos por forma a envolver maiores segmentos de mercado;
3. Criar sistemas autónomos 10x mais seguros que a condução manual por meio de aprendizagem (desenvolvimento contínuo do Autopilot);
4. Desenvolver soluções de Car Sharing (rentabilizar ao máximo o VE enquanto não é utilizado);

É importante observar a capacidade “out of the box” do CEO da Tesla. Esta “ambição inovadora” é o meio para alcançar o sucesso!

Factos importantes para atingir os objetivos do Master Plan (Parte 2):

1. Fusão com a organização SolarCity

og-sc-logo

A produção de energia solar através de Painéis Fotovoltaicos e o seu respectivo armazenamento em baterias é um dos detalhes deste novo projeto. Uma ideia que permitirá reduzir a intensidade do uso da rede elétrica, e por conseguinte a diminuição da produção vinda de fontes não renováveis. Esta integração permitirá o carregamento dos carros elétricos de uma maneira bem mais renovável e a custos reduzidos.

2. Ampliação da Gama de Veículos

O maior destaque que o Master Plan engloba é a confirmação que a empresa pretende aumentar a variedade de VE’s, como é o caso da adição de um SUV mais compacto e uma pickup.

Perante esta necessária forma de Mobilidade, Musk expõe também duas ideias para o ano que vem. São elas um camião denominado por “Tesla Semi”. Segundo a organização, será possível reduzir os custos de transporte de mercadorias. Pretende também conceber veículos de transporte urbanos com uma maior capacidade e eficiência (autocarros elétricos).

3. Sistemas de condução autónomos (Autopilot)

autopilot-graphic_416d19b6954282cf7ca50dc841dd24b1.nbcnews-ux-2880-1000

A organização está fortemente focada na execução deste objetivo, encontrando-se na primeira posição do desenvolvimento de sistemas semi-autónomos. A sua estratégia pressupõe a recolha de dados de todos os veículos equipados com Autopilot, por forma a que o carro tenha a possibilidade de “aprender” mais facilmente com os diversos dados recolhidos. Desta maneira, será possível atender à melhoria continua do algoritmo, sendo essa aprendizagem transmitida ao carro através de atualizações contínuas.

É uma condução que Elon Musk, CEO da Tesla Motors, expõe como bastante importante. Afirma convictamente que vai conseguir incrementar de forma notável e segura este desenvolvimento. Será um sistema mais seguro que uma pessoa, e que irá permitir salvar imensas vidas através da diminuição radical da sinistralidade.

Este objetivo será atingido através do desenvolvimento de novas câmaras e sensores para os seus veículos. Será necessário um longo processo de compilação de dados, bem como uma evolução da legislação por forma a permitir que estes veículos cheguem às estradas em conformidade com a legislação em questão.

4. Car sharing

Assim que o veículo se torne totalmente autónomo, o CEO tem a visão de utilizar este durante o tempo em que está parado (entre 90% e 95%). Desta forma, a sua rentabilidade e capacidade será verdadeiramente maior.

Definitivamente que estamos perante uma enorme revolução e visão ambiciosa do progresso da Mobilidade Elétrica. Esta percepção, e a insistência em atingir objetivos, corresponde ao foco necessário para que a Tesla consiga sair vencedora desta tremenda inovação disruptiva.

Estamos todos cientes que é possível! Estamos todos expectantes que esse sucesso chegue rapidamente!

Fonte |forococheselectricos.com (adaptado)

Share this Story
Mobilidade Sustentável

Abismal, é esta febre que move massas!

115 mil pessoas realizaram a pré-reserva do novo Carro Elétrico sem saber, NENHUMA característica física de como este seria efetivamente.

Neste momento a Tesla tem pedidos que já ultrapassam os 275 mil.

Milhares de pessoas esperaram em filas inéditas à porta das lojas da empresa para poderem fazer a pré-reserva, com um depósito de mil euros em todo o mundo.

Pessoas acamparam à frente das lojas Tesla para serem os primeiros a reservar o VE

Segundo o CEO da Tesla Motors, Elon Musk, os pedidos até ao momento são o verdadeiro sinal da mudança da Industria Automóvel como a vemos atualmente.

É um verdadeiro fenómeno, o movimento de “massas” e filas imensas para aquisição de um veículo automóvel.

Sem dúvida que é o lançamento do Gadget mais móvel do mundo!

O preço base do Model 3 será de 35.000 dólares, cerca de 31.000€.

Para um VE como este, o valor base é algo que realça o desejo de produção em larga escala!

Share this Story

A verdadeira “rEvolução” do automóvel como o observamos está a concretizar-se!

O Tesla Model 3 chegou e ninguém o vai parar de conquistar a verdadeira quota de mercado no âmbito da Mobilidade geral.

Preço

O preço base do Model 3 será de 35.000 dólares, cerca de 31.000€.

Para um VE como este, o valor base é algo que realça o desejo de produção em larga escala!

Segurança

A segurança em qualquer Veículo é o ênfase de qualquer marca. A identidade e as características que envolvem a segurança do Model 3 remete-nos para a atribuição de 5 estrelas em todas as categorias de segurança.

O bem estar dos seus utilizadores acima de tudo!

Autonomia

A parte mais interessante e entusiasmante, especialmente por causa do seu preço base. Segundo o CEO da empresa, o Tesla Model 3 terá no mínimo 350 km de autonomia.

Se observamos tudo isto numa questão de preço-autonomia-segurança só nos é possível afirmar que estamos perante uma verdadeira rEvolução Elétrica!!

 

tesla model 3 portugal

 

Tesla-Model-3-portugal

Fonte: www.lugenergy.pt

Para mais informações pode consultar o site oficial da Tesla

Share this Story
Medição de Energia

wibeee-monofasico Efimarket

Apresentamos o Wibeee, um monitor de energia online que permite observar, estudar e analisar o consumo elétrico a partir de qualquer parte do mundo através da Internet!

Trata-se de um modelo lançado pela empresa Smilics Technologies.

Instalação Simples

Trata-se de um produto inovador que permite alcançar tanto o cliente particular como o profissional. O que é realmente interessante e diferente é a sua instalação. Utiliza ímanes que permitem conectar o dispositivo diretamente à instalação, mais precisamente junto aos terminais dos parafusos (como se observa nas imagens em baixo).

A sua tecnologia consegue medir o consumo elétrico através da intensidade dos cabos e a sua instalação realiza-se em apenas curtos minutos.

Esta nova forma de instalação permite obter uma medida exata através da leitura da tensão nos próprios terminais onde está conectado.

Medição de Energia

 

Monitorização online através do seu Smartphone

Todos os dados são enviados para a cloud. O envio desses dados deverá ser sincronizado e configurado consoante o cliente (parte da instalação que deverá levar apenas uns minutos). Após a configuração necessária, o dispositivo está pronto a para começar a leitura e medição inteligente!

Os dados podem ser examinados através de diferentes dispositivos:

  • Através do website do Wibeee;
  • Através do seu Smartphone (aplicação para Android e iOs);
  • Através do Powerstudio scada de Circutor;

wibeee1 - Efimarket

A precisão é de 98% e o dispositivo fornecerá todo o tipo de gráficos e dados. Possui variáveis de tensão, frequência, energia reativa, energia ativa, fator de potência e se a instalação for trifásica vai permitir a obtenção de resultados através do consumo separado por fases (existe versão para trifásica e monofásica)

Vantagens:

  • Muito fácil de instalar;
  • Fantástica precisão;
  • Multi-plataforma de observação;

Desvantagens:

  • O preço;
  • Dispõe de gráficos pouco intuitivos mas profissionais;

Está totalmente disponível para venda na nossa plataforma online – Efimarket.pt

 

Medidor do consumo energético

Medidor de energia

 

 

 

Se tiver alguma questão ou sugestão tendo em conta os vários temas abordados não hesite em enviar um e-mail para mestre.batista@7experience.pt.

Acreditamos em sugestões saudáveis capazes de promover o melhor da nossa plataforma.

 

Share this Story
Energias Renováveis

Mais uma vez a google continua a surpreender e desta vez com um programa fantástico no que toca ás energias renováveis!

Um engenheiro da Google, no seu tempo livre semanal, lembrou-se de desenvolver um fantástico conceito, conceito esse que tem como principal foco a promoção da fantástica energia solar em todas as casas.

Permite facilitar o estudo da localização e da quantidade da radiação solar disponível, sendo possível perceber através de uma análise pormenorizada, todas as sombras e inconvenientes existentes na instalação de painéis fotovoltaico.

Todos os dados são calculados e analisados pelos robots da Google.

Este novo projeto está em fase de testes, estando a preparar-se para chegar a todo o mundo, facilitando a aquisição do tão ambicionado Autoconsumo e da tão necessária “energia gratuita”.

Cada vez mais a Google tem sensibilizado as pessoas tendo em conta as energias verdes, mas acima de tudo tem impulsionado o sucesso das mesmas, não só através de iniciativas e causas que apoia mas através de formas simples e genuínas capazes de eliminar barreiras de instalação, promovendo sempre a energia saudável!

GOOGLE SUNROOF

 

 

Se tiver alguma questão ou sugestão tendo em conta os vários temas abordados não hesite em enviar um e-mail para mestre.batista@7experience.pt.

Acreditamos em sugestões saudáveis capazes de promover o melhor da nossa plataforma.

Share this Story
Climatização e Isolamento

3d_air_2_copia_2Já conhece o conceito de “Frio Solar”? Esta “antítese” é a perfeita solução para produzir “ar fresco” de forma extremamente renovável, sendo a forma de poupar sempre na fatura eléctrica a partir deste verão. O Ar Condicionado Renovável da KAYSUN.

Para além de conseguir uma poupança significativa no final do mês, está a contribuir para uma sustentabilidade capaz de ser a diferença no futuro bem próximo!

Pode atingir uma poupança energética até 60% da energia eléctrica consumida durante o seu uso.

Testado por Técnicos e laboratórios

Este Ar Condicionado foi alvo de variadíssimos testes, análises e controlo, confirmando assim conclusões energéticas muito eficientes, juntamente com uma enorme capacidade de poupança. Pode chegar a poupar 60% da energia consumida tendo em conta o seu fornecimento Solar.

Funcionamento

Este Ar condicionado Kaysun 3D DC Inverter é tão eficiente que ao funcionar sozinho consegue produzir uma poupança de 20% a 30%.

Para conseguir poupanças de 60% este equipamento foi testado com 3 painéis solares fotovoltaicos de 195W.

Adicionalmente, este equipamento pode armazenar o excesso de potência pontual gerado pela instalação fotovoltaica em baterias. Assim pode aproveitar essa energia quando a radiação solar diminui

Conclusão

Este kit de frio solar comercializado em Efimarket é a primeira grande solução séria e efectiva para reduzir o custo de eletricidade implementada na climatização de espaços residenciais, sendo a solução do presente mais eficiente relacionado com a energia Solar.

Se tiver alguma questão ou sugestão tendo em conta os vários temas abordados não hesite em enviar um e-mail para mestre.batista@7experience.pt.

Acreditamos em sugestões saudáveis capazes de promover o melhor da nossa plataforma.

Share this Story

Seguramente que falar da temperatura da cor das lâmpadas parece algo um pouco anormal.

A temperatura da cor é a característica fundamental para selecionar a lâmpada ideal! Não só pela poupança como pela utilização das mesmas.

Por definição, a temperatura é uma medida estatística do nível de agitação entre moléculas, relacionado com o deslocamento da energia cinética de um átomo ou molécula. Por outro lado o conceito de “cor” consiste numa imagem visual através  da luz refletida ou absorvida pelos corpos.

A temperatura da cor é fundamental quando se pensa em adquirir equipamentos de iluminação, sendo o conceito aplicado em diferentes utilizações. Perante isto vamos proceder à explicação destas distintas temperaturas da cor disponíveis nas variadas lâmpadas.

A temperatura da cor é medida em graus Kelvin:

Quanto maior for o número de Graus Kelvin, mais fria é a cor da lâmpada (esbranquiçada). Por exemplo, uma lâmpada com a temperatura de cor de 2700K possui uma tonalidade de branco quente (amarelada), sendo uma luz suave, relaxante e calma. Por outro lado uma lâmpada de 6500K possui uma tonalidade muito fria.

Numa casa, o ideal é que a temperatura varie entre 2700K e 6000K.

A selecção da temperatura da cor adequada deve ser feita tendo em conta o tipo de actividades desenvolvidas nas divisões a iluminar. A luz fria (mais branca) é frequentemente utilizada em espaços onde há muita actividade (cozinha ou casa de banho) e a luz quente é aconselhada para espaços de repouso onde a descontracção impera (como é o caso dos quartos ou da sala).

É necessário ter sempre em atenção a aquisição de lâmpadas com a máxima Eficiência Energética, de preferência lâmpadas da classe A para cima.

A troca de lâmpadas incandescentes por lâmpadas fluorescentes permite uma poupança de 80% promovendo uma eficiência a longo prazo extremamente segura e capaz.

Exemplo: uma lâmpada fluorescente compacta (LFC) e uma lâmpada fluorescente tubular têm um tempo de vida útil de 6000 a 15000 horas. Facilmente se percebe que o investimento inicial é totalmente amortizado a médio prazo, ao passo que uma simples lâmpada incandescente possui uma durabilidade de 1000 horas.

Com estes pequenos pormenores, o importante é ponderar racionalmente o que pretende e para onde pretende, assumindo depois disso a escolha certa tendo em conta as nossas indicações.

Para perceber efectivamente que a iluminação nova diminui significativamente os seus consumos mensais, sempre pode adquirir um Monitor de Energia simples para perceber efetivamente a sua poupança.

Se tiver alguma questão ou sugestão tendo em conta os vários temas abordados não hesite em enviar um e-mail para mestre.batista@7experience.pt.

Acreditamos em sugestões saudáveis capazes de promover o melhor da nossa plataforma.

Share this Story
Energias Renováveis

Simplesmente desenvolver a energia das marés, energia essa comandada pela Lua.

É uma tecnologia capaz de se tornar essencial pelo desenvolvimento de turbinas bastante mais leves e muito mais baratas. É possível afirmar que a energia das marés está hoje no ponto em que a energia eólica estava há três décadas atrás, tendo em conta o facto de a engenharia ainda não ter atingido o desenho ideal das turbinas utilizadas nos aerogeradores.

A captação da energia das marés é feita por lâminas giratórias, à semelhança das hélices que captam a energia do vento, a única e principal diferença é que essas lâminas são instaladas no mar.

Investir nas marés pressupõe uma utilização da sua capacidade de forma mais previsível do que própria energia eólica, isto porque o movimento das águas tem uma precisão de relógio. Com a utilização em grande escala, as marés são capazes de fornecer energia mais barata do que a do vento. Esta situação é facilmente concretizável tendo em conta a densidade da água que é sem dúvida maior aquando comparada com a do vento. Deste modo, as turbinas subaquáticas são capazes de se mover mais lentamente atingindo a mesma quantidade de produção que o movimento rápido das ventoinhas eólicas.

Exemplo do possível sucesso lunar está nos EUA, país que está a financiar com 16 milhões de dólares o desenvolvimento de 17 projetos deste género.

O Departamento de Energia americano concebeu um relatório identificando um enorme potencial de geração energética anual. Um valor como 1.400 terawatts-hora por ano. Em jeito de exemplo, um terawatt-hora é capaz de abastecer 85 mil casas. Prevê-se que no futuro, 10% das necessidades energéticas dos EUA poderão ser eliminadas com tecnologia submarina.

Força da Escócia
O governo do Reino Unido também tem grandes expectativas na produção desta “energia lunar”, com a instalação de um conjunto de unidades de produção capaz de atingir 120 megawatts até 2020.

A região de Pentland é considerada o melhor lugar do mundo para o aproveitamento da energia das marés e poderá eliminar metade das necessidades escocesas no futuro (cerca de 1,9 gigawatt) – Sem dúvida uma oportunidade energética para a Escócia!

A revolução Energética está a ser preparada atingindo a real E-Eficiência Energética, eficiência verdadeiramente ambicionada!

(Texto adaptado de: https://casadasustentabilidade.wordpress.com/2015/07/27/depois-da-energia-solar-vem-ai-a-energia-lunar/)

 

Se tiver alguma questão ou sugestão tendo em conta os vários temas abordados não hesite em enviar um e-mail para mestre.batista@7experience.pt.

Acreditamos em sugestões saudáveis capazes de promover o melhor da nossa plataforma.

Share this Story
Sem categoria

Está preparado para ir de férias? Deixou tudo desligado antes de sair de casa? Nunca se deparou com aquela sensação de desconforto pensando que deixou alguma “coisa” acesa?

Realmente perguntas que podem fazer a diferença no inicio das férias. Com a pressa e vontade de sair, facilmente nos esquecemos de alguns aparelhos a funcionar, situação que não pode nem deve acontecer!

Porque não pode acontecer? Porque acredite que o valor projetado em gastos durante o tempo que teve fora é IMENSO!

O importante é fazer como grande parte dos portugueses têm feito, assumindo o controlo energético em qualquer lado, em qualquer lugar, através de qualquer aparelho com acesso à internet!!

São aparelhos muito baratos que para além de promoverem para essa segurança de bem estar pessoal, são capazes de ser o meio de prevenção de possíveis efeitos como curto circuitos ou quebras de rede. O que acontece é que com esse controlo energético é possível observar todas as variáveis de acção que podem prever um desastre doméstico desnecessário.

Para além disso se os companheiros do alheio “investem” na sua casa, a mesma pode ser alvo de uma abordagem desconhecida.

Supondo que não há ninguém em casa, será possível em todas as condições perceber se alguém entrou na sua casa e acendeu as luzes.

Mas sejamos otimistas e acreditemos que nada disso vai ocorrer, e que se entrarem e acenderem as luzes será apenas a família a organizar uma grande festa de boas vindas! :)

Share this Story
Medição de Energia

Sem Título

A forma mais capaz e inteligente de começar a preocupar-se com a poupança energética da sua casa, é realizar uma auditoria energética como se fosse um verdadeiro técnico ou um consultor especialista. Como poderá fazê-lo? Muito fácil, leia com atenção o que se segue.

 

Ainda que pareça uma situação muito complexa, o facto é que uma verdadeira auditoria energética pode ser concretizada com pequenas ferramentas básicas e um procedimento simples de observação e medida. Desta maneira é possível conhecer ao milímetro o comportamento energético de uma instalação típica portuguesa.

As Ferramentas necessárias:

Antes de explicar o procedimento básico, é necessário expor as ferramentas básicas necessárias e existentes para poder realizar uma correta auditoria energética na sua casa, e assim poder reduzir radicalmente a sua fatura da luz até 50%.

A ferramenta mais simples, básica e necessária é um medidor de energia eléctrica, capaz de controlar as variações do consumo instantâneo durante o procedimento da auditoria.

É a forma mais prática e rápida de realizar a sua avaliação. Com um monitor energético vai obter de forma instantânea o seu consumo actual, facilitando assim uma rápida e precisa realização da auditoria.

Estes equipamentos permitem registar todos os dados dos consumos instantâneos analisados ao longo de um determinado período de tempo, existindo a possibilidade de descarrega-los para um computador pessoal. Desta forma, conseguirá observar e visualizar a sua “curva de procura”. Esta curva gráfica expõe a energia que está a consumir identificando que tipo de aparelhos promovem para esses gastos, podendo assim desenvolver medidas correctivas capazes de diminuir ou até eliminar esses mesmos custos desnecessários e parasitas.

O procedimento:

Uma vez “armados” com o medidor de energia vamos iniciar o procedimento de observação e medida para a típica instalação eléctrica, sempre com o intuito de atingir os melhores resultados.

A partir do momento em que o monitor energético se encontra conectado ao cabo principal do seu quadro eléctrico geral, vamos começar por apagar e desconectar o cabo de alimentação de todos os aparelhos elétricos de sua casa (especialmente os equipamentos que possuam fontes de alimentação conectadas a fichas triplas, aparelhos em standby, etc.).

Desmascarar os ladrões de energia:

Uma vez concretizado o anterior processo, e se não existirem “ladrões de energia” escondidos em casa (situação muito pouco habitual) o monitor de energia dará uma leitura de 0 kW. Como isso nunca irá acontecer vamos descobrir de onde vêm esses “consumos fantasmas”. Asseguramos que a partir deste ponto poderá existir grandes surpresas!

A pergunta que neste momento surge é: Como é que é possível observar de onde vêm esses consumos se temos a certeza que está tudo desconectado e desligado?

Pois bem, a solução é simples. Basta dirigir-se ao quadro eléctrico geral. Estão identificadas as linhas de alimentação dos interruptores automáticos que há no quadro? Se assim, o importante é começar a apagar cada um deles (começando pela menor para a maior potência ou amperagem), esperando que o consumo do monitor energético se actualize, comprovando assim a descida dos valores. No caso de não se verificar nenhum tipo de descida, é necessário que siga desconectando, um a um, esperando sempre alguns segundos de intervalo. Vai repetir a operação até que visualize alguma alteração. Uma vez identificado o interruptor automático que promova essa variação, já é possível entender, com grande aproximação, qual pode ser o consumidor fantasma ou ladrão de energia inútil da sua casa.

Se não tem nenhum interruptor identificado, o melhor processo é acender todas as luzes e aparelhos eléctricos, desconectar cada interruptor vez a vez, e observar quais os aparelhos ou luzes que se apagaram. Depois de realizada essa acção é necessário que escreva imediatamente debaixo de cada interruptor automático o nome da carga ou zona que alimenta. Assim futuramente será mais fácil o controlo, tornando-se assim sempre perceptível que zona o interruptor controla.

Em geral, alguns equipamentos podem encontrar consumos de grande quantidade de energia, estando aparentemente desligados:

  • Equipamentos de Ar Condicionado centralizados no teto (100-150W)
  • Bancadas de indução ou vitrocerâmica (70-150W)
  • Fontes de alimentação ou equipamentos com transformador (10-80W)
  • Outros (fornos, microondas, fornos, etc., 5-20W)

Para que tenha em conta a magnitude e especificidade desta situação:

Se 100W de potência instantânea for mantida durante 24h por dia em 365 dias por ano, a empresa de eletricidade faturará 175€ (assumindo um custo de 0,20€ por kWh, impostos e potência contratada incluída). Desta forma, o cuidado com esses consumos fantasmas tem de ser sempre tido em conta. O valor parece irrisório mas no final do ano tudo somado perfaz valores extremamente abusivos.

Consumos em Stand-by:

Uma vez identificados esses consumos fantasma, vamos então conectar pouco a pouco cada um dos aparelhos que previamente estavam desconectados das tomadas. Vamos observar, seguramente, que cada aparelho ligado vai aumentar e influenciar a medição, variando os volts do consumo instantâneo. São os famosos consumos em Stand-by.

Estes consumos têm fácil solução: podemos ter o cuidado de desativa-los  completamente cada vez que os usamos ou então, uma alternativa mais simples, adquirir dispositivos que eliminam automaticamente esse stand-by, equipamentos esses são facilmente amortizados num ano tendo em conta a sua poupança de energia em stand-by, permitindo descontrair e despreocuparmos-nos com esses parasitas inúteis.

Como evitar ter esses consumos fantasmas? Simples: apenas é necessário desconectar o interruptor automático do seu quadro eléctrico sempre que esses aparelhos não são utilizados. Pode parecer um pouco chato no início mas sabendo a quantidade de dinheiro que tem a oportunidade de poupar, certamente que o vai animar na concretização desse processo.

Aprender qual o consumo de cada equipamento:

Chegou o momento mais interessante da nossa auditoria. Graças ao monitor energético será possível activar ou desativar os aparelhos e equipamentos eléctricos da sua casa e medir o seu verdadeiro consumo.

Nesta etapa também aparecerão muitas surpresas. Quanto pensa que consome um secador de cabelo? Quanto imagina que consome uma máquina de lavar? E o seu frigorífico, já imaginou o seu consumo? O fantástico LCD, julga que é barato ao final do mês? O seu simples computador portátil? O seu necessário ar condicionado?

Garantimos que é muito interessante e divertido descobrir quanto consomem os seus equipamentos. A partir deste momento não só sabe quanto consomem os seus aparelhos como existe a plena noção de quais são os maiores consumos da sua casa, permitindo assim ponderar a substituição ou renovação de certos equipamentos por outros mais eficientes e capazes de desenvolver uma maior poupança ao final do mês, rentabilizando assim o investimento económico.

A consciência energética:

Ao chegar aqui conseguiu descobrir um novo estado mental que até ao momento certamente havia ignorado: a consciência energética. Garantidamente que que agora será mais consciente com todos os seus consumos e terá muito mais cuidado na hora de deixar as luzes acesas ou a televisão ligada!

Seja bem-vindo ao estado da consciência energética, o primeiro passo para poder poupar 50% pelo menos da sua fatura eléctrica!

Se tiver alguma questão ou sugestão tendo em conta os vários temas abordados não hesite em enviar um e-mail para mestre.batista@7experience.pt.

Acreditamos em sugestões saudáveis capazes de promover o melhor da nossa plataforma.

Share this Story

Find us on Google Plus